Ao navegar neste site está a dar o seu acordo às Condições Gerais de Utilização e à Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais. Leia-as atentamente.

O trabalho de Silvia Bächli (Baden, Suíça, 1956) assemelha-se a um inventário visual das experiências subtis do quotidiano. Trabalhando quase exclusivamente na área do desenho, a artista tem vindo a explorar, desde meados dos anos 1980, um conjunto muito estreito de recursos gráficos – essencialmente o traço e a cor – através dos quais procura fixar impressões e sensações que experimentamos todos os dias. Como o título desta exposição indica, a experiência peculiar do nosso corpo afetado por um vento lateral pode ser o gatilho para um conjunto de obras que propõem tornar visível a essência inefável desse fenómeno. Os desenhos de Bächli são ensaios: imagens que fazem aproximações, necessariamente incompletas e parcelares, ao mundo intangível.

 

Esta exposição é o oitavo momento do ciclo Reação em Cadeia, uma colaboração entre a Fidelidade Arte e a Culturgest, que envolve os artistas participantes na escolha dos artistas que lhes sucedem. Cada exposição é apresentada na Fidelidade Arte, em Lisboa, e, de seguida, na Culturgest Porto, o que implica a adequação dos projetos às caraterísticas específicas destes dois espaços.